Domingo

7 comentários:

  1. Brel é o meu cantor francês de eleição! Gosto dos cançonetistas franceses românticos mas nenhum ultrapassa Brel... A postura teatral, a canção que vem das entranhas, a mensagem satírica mas também o romance como Ne me Quitte Pas!
    Fabuloso, um bom dia!

    ResponderEliminar
  2. Magnífica interpretação!
    Era um homem que, pela sua força interior, conseguia ir além de si mesmo.
    E nota-se bem como "explode" nesta bela canção-
    de que eu não me lembrava, imperdoavelmente; ou não conhecia, indesculpavelmente...

    ResponderEliminar
  3. Cara Ana, somos dois! :-)

    Caro APS, era exactamente como diz, um homem que conseguia ir além de si mesmo, mas nunca perdeu a noção de si, o que é raríssimo. Um homem notável! Esta fabulosa gravação é do seu último concerto, no «Olympia», em 1966, ano em que se retirou, no auge da fama. Descobri uma pequena entrevista, na qual Brel explica por que se retira e que merece ser vista. Está aqui:
    http://www.dailymotion.com/video/x737d4_jacques-brel-cafe-interview-and-la_music
    Um óptimo domingo!

    ResponderEliminar
  4. O seu a seu dono. Brel não é francês, canta tembém em francês.
    HMJ

    ResponderEliminar
  5. Tem toda a razão, e fez bem em lembrar: Brel não é francês, é belga, e até compôs e cantou algumas canções em flamengo (recordo a «Marieke», mas sei que há mais). Ainda assim, o facto é que se tornou cantor quando decidiu ir viver para Paris, e o género musical que sempre cultivou foi a «chanson». Depois, também temos de reconhecer que não apreciava nem um bocadinho uma «certa Bélgica» a ponto de ter gravado, antes de morrer, entre outras, a canção que está aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=RHfOJm2xpfs

    ResponderEliminar
  6. Brel é um dos "únicos" e "Ces gens-là" é especial (muitos adjectivos, mas para Brel são sempre insuficientes)!
    Tem um encanto, cria uma atmosfera que nos leva dentro do poema e da música.
    "Parce que chez ces gens-là on ne parle pas, on mange..."
    ...
    "Et puis il y a Frieda qui est belle comme un soleil/et moi j'aime Frieda..."
    Já esqueci a letra...
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. É único, sim. Obrigado. Um abraço

    ResponderEliminar